sábado, Janeiro 29, 2005

Saia


Estou morta de cansaço, doem-me as costas, mas tenho que arranjar energia para acabar a saia para mostrar no programa "Elas em Marte", na 3ª feira...

P.S. - Hoje no flickr tinha esta informação:
"Your photostream has been viewed 777 times."

777... que giro!

sexta-feira, Janeiro 28, 2005

Sugestão para futuros pais

Este é o biberão Haberman. Conheci há pouco tempo este biberão, apresentado por uma amiga que teve recentemente um bébe e que é aconselhado pela fisioterapeuta com quem faço as aulas de preparação para o parto.

A vantagem deste biberão em relação aos outros, é que o bébe tem que sugar o leite com a mesma força que faria na mama da mãe (num biberão normal, o leite sai sem que o bébe se esforçe), isso faz com que estimule os músculos intervenientes na sucção, ficando mais cansado e contribuindo assim para adormeçer mais rápidamente. Por outro lado, como o leite não sai sem que o bébe faça força, quando este retorna ao peito materno, faz a mesma força, estimulando assim a produção de leite.

Mais informações em:
  • Biberão Haberman

  • Biberão Haberman
  • quarta-feira, Janeiro 26, 2005

    Leitor de dedo

    Já alguém ouviu falar no leitor de dedo?

    É este objecto engraçado que serve para ajudar a contar histórias às crianças. Acompanha a leitura servindo de fantoche ou pode ser usado no dedo indicador para apontar as frases escritas no livro. É mais uma ideia da Diana!

    terça-feira, Janeiro 25, 2005

    Pregadeiras da Paula


    Hoje recebi estas fotos de pregadeiras que a minha amiga Paula (paulaprates@hotmail.com) acabou de fazer, gosto imenso!
    Se quiserem comprar alguma, mandem-lhe um mail! (antes que esgotem!)

    Adoro flores plásticas, têm muito a ver comigo. Por várias vezes ao longo da minha vida recorri ao seu uso; em fatos de Carnaval, como tema de pintura e até já decorei uma capa com estas flores, que ofereci à minha prima no Natal de 2003. Gosto do exagero que caracteriza estes objectos, quer ao nível da cor, como em certos pormenores, por exemplo, a fantástica gota de orvalho!

    domingo, Janeiro 23, 2005

    Senhor


    Ontem o senhor esteve em minha casa...
    O "senhor" é o novo brinquedo do J., e felizmente, ele decidiu trazê-lo cá para casa. Ainda bem, pois foi muito útil para fotografar os gorros!
    Para além do "senhor", ainda trouxe os pufes e as mantas que a Diana e eu fizemos em parceria.

    Os pufes e as mantas têm uns braços enormes para manter as crianças no sítio...

    sexta-feira, Janeiro 21, 2005

    novo site

  • aforest-design

  • Hoje enviaram-me um mail com este site, novas propostas para mais inspiração...

    quinta-feira, Janeiro 20, 2005

    hoje acabei um gorro!


    Depois de dois dias sem fazer quase nada, consegui acabar este gorro. Também eu fui "apanhada" pela gripe, graças a ela não podia sequer agarrar nas agulhas porque me doía o corpo todo. Hoje, depois de alguns Ben-u-ron, já estou melhor. Será que ainda é cedo para dizer: Estou de volta!?
    Tenho uma saia para acabar, uma camisola, e uma encomenda. Ainda tenho que fazer o quadrado para o tsunami quilt...
  • Ver tsunami quilt
  • domingo, Janeiro 16, 2005

    felt_square_project


    Esta é a minha contribuição para o
  • felt_square_project
  • .

    Ao fazer a peça, mais uma vez pensei: Porque é que ainda não comprei um dedal?

    sábado, Janeiro 15, 2005

    Duna

    Esta é a minha cadela, Duna. É da raça Fila Brasileiro, tem cinco anos, e uns gostos muito especiais... Sempre que vamos buscar lenha, a Duna salta para o carro e escolhe o seu pedacinho para dar umas trincas.


    Serra do Louro

    Sentada no café, avisto os moinhos na Serra do Louro, em Palmela, no Parque Natural da Arrábida.

    Hoje em dia, ainda um deles se encontra em funcionamento, graças à iniciativa da
  • Biosani
  • , que produz farinha de trigo moído nos moinhos de vento, em mós em pedra. Com ela, fabrica o pão "Moinhos Vivos", cozido em forno tradicional de tijolo aquecido a lenha.

    Quem juntar 120 códigos de barra dos sacos do pão, pode dar um passeio de burro pela serra (grátis), ou então, pode fazer o mesmo por 27,5 euro.

    sexta-feira, Janeiro 14, 2005

    Estas são as minhas camisolas de tricot...

    Tudo começou quando decidi tricotar camisolas para o J. porque as que encontrava à venda tinham sempre as mesmas cores. Parece que a roupa de homem tem que ser sempre igual, se não, surgem logo os comentários que põem em causa a masculinidade do portador de uma camisola de cores garridas. Um homem deve ter aspecto de macho, e isso, vê-se pela cor das camisolas que usa... Que disparate!!!
    No universo feminino, felizmente, não existe este tipo de preconceito, por isso posso usar e abusar das cores, formas, feitios, transformar uma peça de roupa num pedaço de vida, onde faísca tudo o que imaginei enquanto a concebia.
    . .
    Se alguém as usar,
    é porque de cor há-de gostar.
    . .
    Sim, pode ser este o meu lema...
    . .

    Boneca de meia

    A minha amiga Diana fez esta boneca e ofereceu-me quando soube que eu estava grávida, curiosamente, foi a primeira meia de cor vermelha que usou para fazer uma boneca, e parece que foi feita mesmo a pensar em mim.