segunda-feira, outubro 17, 2005

Almost Doll

Mala doll
Estou sempre a pensar fazer vinte coisas e só consigo fazer uma de cada vez, como se isso não bastasse, em vez de concluir projectos já iniciados, começo novos trabalhos.

As ideias fervilham na minha cabeça, e há peças que têm que nascer imediatamente e ganhar vida própria.

8 comentários:

Pó-de-arroz disse...

Está a ficar muito bonito!
Vou ficar à espera do resultado final.

Susana Frade disse...

Como este é o meu primeiro comentário ao teu trabalho, gostava de te dizer que gosto muito dos teus sacos!!

Em relação ao que disseste achei giro porque comigo acontece o mesmo, começo um novo trabalho antes de acabar o anterior e digo a mesma coisa "esta noite não consegui dormir pq tenho a cabeça a fervilhar de ideias"

Beij.
Susana

Eva disse...

Quero essa mala para mim ;)

Luísa disse...

Os tuas criações são lindas, dá vontade de ter tudo o que fazes. Parabéns.

Faço minhas as palavras da Susana (posso Susana?)
Já decidi que tenho que andar com um bloco de notas atracado a mim para apontar todas as ideias que tenho, são tantas que a minha memória só não chega :o)

Decidi criar um blog para mostrar o que faço, se quiseres passar por lá, será um prazer.

Bjs
Lu

Luísa disse...

Os tuas criações são lindas, dá vontade de ter tudo o que fazes. Parabéns.

Faço minhas as palavras da Susana (posso Susana?)
Já decidi que tenho que andar com um bloco de notas atracado a mim para apontar todas as ideias que tenho, são tantas que a minha memória só não chega :o)

Decidi criar um blog para mostrar o que faço, se quiseres passar por lá, será um prazer.

Bjs
Lu

Luísa disse...

As :o)

Luísa disse...

desculpa, sou ainda uma novata
aaaaiiiiiiiiiiiiiiii

Manuela de Porto Alegre, Brasil ecodesenho@gmail.com disse...

Amei o teu trabalho! Quanta cor, combinação de texturas, arte e graça. E ainda mais que és (ou vives?) em Lx, minha saudosa terra natal! Parabéns! Sem querer imitar a Susana, também tenho esse vício (ou será que é virtude?): não conseguir dormir pois as idéias fervilham na cabeça e seu ruído afasta o sono, mas traz em contrapartida o prazer de criar. Um beijo